Usando ZSH

Esses dias re-descobri o zsh, já havia testado a um tempo atrás mas agora foi pra valer :)

E vou dizer, não há shell melhor :) muito melhor que o Bash

  • O historico do ZSH é compartilhado por TODAS sessões dele, diferente do bash que cada sessão tem seu histórico ( e você tem que ficar procurando onde foi que digitou aquele comando para recuperar ele do histórico ).

  • ZSH tem autocomplete para tudo, ok bash também, mas o ZSH é bem mágico ele tem autocomplete para o kill, listando os processos que estão rolando e você digita o nome ele já tras o pid para você, ps -aux? nunca mais.

  • Autocomplete do ssh baseado no seu ~/.ssh/know_hosts ou seja, acessou a maquina, ssh ma autocomplete :D

  • Continuando o autocomplete, no MacOSX temos um instalado de pacote chamado brew para instalar pacotes nele é mais ou menos como no apt-get, busca e depois install então: brew seach xyz, brew install xyz. Com o zsh ele irá fazer a busca no install então brew install x pronto, já mostra para você todos os pacotes que casam com aquela string.

  • E bem compativell com o bash, eu não tive nenhum problema em fazer: cat ~/.bashrc >> ~/.zshrc e tudo que eu tinha configurado no bash funciona no zsh

Comece usando agora é só seguir a receita de bolo desse repositorio https://github.com/robbyrussell/oh-my-zsh/ ele deixou o zsh bem bonito, com suporte a temas e plugins ( e você verá como é facil fazer temas e plugins ) o meu fork desse repositorio você acha aqui.

Esse são os motivos básicos, caso eu lembro de mais algum matador eu coloco aqui. Mas fica a dica, use zsh e filtro solar.